terça-feira, 16 de novembro de 2010

Poema número treze

De Ti para Mim



Quando corres para mim
E te entregas a meus braços
Procuro teu cheiro a jasmim
E o calor de teu regaço
Quando olhas para mim
No momento em que te enlaço
Procuro então, por fim
Remissão para o meu pecado
Pois tu fazes-me sentir assim
Tu fazes-me sentir amado
Quando tocas em mim
Como nunca fui tocado
Não me deixes, por favor
Triste, só e abandonado
Deixa-me dar-te mais de mim
Pois é esse o meu fado …


PedRodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário