sábado, 4 de novembro de 2017

Dançando à chuva

Empurrei o teu cabelo molhado.
Não sabia se era Outono, ou era amor
nos teus lábios.
Quis dizer-te algo bonito.
Algo que fizesse justiça à beleza
daquele momento.

- Até o céu se quer despenhar
no teu corpo.

PedRodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário