segunda-feira, 17 de março de 2014

Acerca de olhares, dúvidas, monstros e heróis

Estás estranha. Olhas para o céu, como se esperasses por uma resposta. Desvias o olhar quando te tento encontrar. Não percebo por que razão o fazes. É só uma pergunta

-Amas-me?

Feita ao acaso. Só um

-Amas-me?

Como se te perguntasse

-Tens frio? Queres o meu casaco?

Perguntas simples, de resposta simples. Chega-me um sim, mas se vier um não também aceito. Que remédio, tenho de aceitar. Porque te amo e se for preciso continuo a lutar contra todas as tuas dúvidas e inseguranças. Só quero que me respondas, sem rodeios. Sem procurares a resposta nas estrelas. Olha nos meus olhos. Aposto que se olhares com atenção encontras o que procuras. Foi assim que te encontrei. Lembras-te? Tudo começou nos teus olhos e nos meus olhos. Olhámo-nos uma vez e acabámos por ficar presos nesse olhar. Guardavas tantos segredos por desvendar no teu olhar. Ainda guardas alguns. Alguns não: muitos. São eles que me prendem a ti. Porque eu procuro o que não conheço. Necessito desse desafio de navegar pelo desconhecido. Encontrar-te ao longo do tempo e amar-te a cada nova descoberta deixa-me feliz. Palavra de honra que me deixa feliz. Consegues ver a felicidade nos meus olhos? Vês como brilham? Para de olhar o céu. Esquece as estrelas cadentes. Pede-me o que desejas e, se estiver ao meu alcance, farei tudo para que o teu desejo se torne realidade. Olha para mim

-Amas-me?

Não tenhas medo. Esquece o passado. Eu sei que é difícil. Estou aqui. Estamos aqui. Vivemos no agora. Esquece o passado. Tens medo? Também morro de medo. Morro de medo e morro de amor e no entanto aqui estou, ao teu lado, vivo. Consigo sentir a tua pele misturada na minha pele. Dá-me um beijo e perde-te comigo. Esquece tudo. Por um segundo. Ouve o meu coração no teu coração. O meu coração bate por ti. E o teu, bate por mim? É em mim que pensas quando me beijas? É em mim? Na certeza de mim? Naquele momento em que fechas os olhos e os nossos lábios se fundem, é a minha imagem que guardas contigo? Esqueces os medos quando me beijas? Antes de nascerem os heróis, nasceram os monstros. Sou eu o teu herói? Tens medo que me torne num desses monstros? Não tenhas medo, estou aqui para te proteger. Não sejas tonta. Juro destruir todos esses monstros. Beija-me. É a minha imagem que guardas contigo?

-Sim

Olha para mim, olha bem para mim e repete

-Sim. Amo-te.

Agora fecha os olhos. É a minha imagem que trazes por dentro?

-Sim

É a tua imagem que trago por dentro. É o teu nome que suspiro ao adormecer. É o teu corpo que desejo a todo o momento. É de ti que ressaco quando não estás. Veste o meu casaco, está frio. Encosta-te a mim, prometo ser o teu herói.

PedRodrigues


1 comentário: