terça-feira, 21 de março de 2017

Tu

(No dia mundial da poesia, lembrei-me de ti)

Quis escrever um poema
onde coubessem os teus olhos,
a tua boca, os teus braços, as tuas pernas
Mas não consegui.
És demasiado grande para espaços fechados - e as palavras
demasiado pequenas
Depois olhei a rua da janela,
o sol, as gaivotas com restos de mar
nas suas penas.
E imaginei todos os cantos do teu corpo
onde sonhei escrever poemas
Pousei a caneta e percebi:
nenhum horizonte cabe nas margens do papel.
E o poema encurtou, até caber no meu peito:
"Tu"


PedRodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário