domingo, 24 de maio de 2015

Às mulheres que se sentem sós


Agora adormeces todas as noites sozinho. Mesmo quando encontras alguém com quem partilhar a tua cama. Nada te parece preencher. Nem os beijos, nem os toques, nem o sexo. Despes a roupa, mas pareces vestir uma armadura. Falta intimidade. Falta esse sentimento estranho de te quereres deixar vulnerável e à mercê de outrem. Sentes-te vazio. Agora talvez percebas o que te disse, na nossa última conversa. Lembras-te? Perguntaste-me se havia alguém. Se te estava a deixar para ficar com outro. Depois um silêncio enorme. Uma coisa muda, cheia de cólicas e sentimentos emparelhados ao trambolhão. Lembras-te da minha resposta? Disse que não te estava a deixar por outra pessoa. Não te estava a deixar por alguém. Estava a deixar-te porque estava farta de ficar sozinha. Compreendes agora?

 

PedRodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário