sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Janeiro


Eu não sei. E apetece-me fechar os olhos, com força, até te conseguir ter aqui.
Não sei. Até onde irá a vida se caminhar de olhos fechados?
- Talvez
Todos os problemas começam nas indecisões. Será que há um abismo depois do próximo passo? Não sei. Mas decido avançar de qualquer forma. De olhos fechados até me dares a mão
- Não me largues.
Não largo. Partilho os teus medos para que não pesem tanto nos teus ombros. Não sei. Será inevitável molharmo-nos enquanto andamos à chuva? Mesmo se corrermos? Será que conseguimos fugir?
- Juntos.
Às vezes as migalhas que deixamos pelo caminho tornam-se no próprio labirinto.
Eu sei. As bússolas apontam sempre para o norte. E se estivermos na primavera, há andorinhas de certeza. Fecha os olhos comigo e vamos juntos
- Seja lá para onde for?
- Juntos, meu amor.
 
PedRodrigues

1 comentário: