terça-feira, 10 de junho de 2014

Poema do fim da tarde

Bate o fim da tarde na janela
E eu estou para aqui
A ver as tuas fotografias
A imaginar-me nelas
Com vontade de te tocar
Com vontade de te beijar
Com vontade de te dizer
Que és linda
Não o faço
Deixo-me ficar  a olhar-te
Esperando que um dia
Partilhes um fim de tarde
À janela
Comigo



PedRodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário