terça-feira, 18 de outubro de 2016

Saudade em sol maior


E eu pergunto-me, meu amor:
como cabe tanta saudade, neste espaço
tão pequeno?
Será possível transbordar o mar
de tantas lágrimas choradas?
Sabes, meu amor
por vezes é inverno e lembro a primavera
pergunto-me: para onde voam as andorinhas
depois do verão?
Ninguém me responde, mas acredito
que seja um sítio bonito,
com azuis alegres e outras cores vivas.

 

Tenho a certeza, meu amor:
a esta hora as andorinhas cantam
ao teu ouvido.

 

PedRodrigues

3 comentários:

  1. "(...) lágrimas choradas, palavras realmente sentidas,saudades salgadas e ao acordar,ele se vê num paraíso de azuis alegres a primaverar,flores a desabrochar e andorinhas a cantar..."

    Maria Jardim

    ResponderEliminar
  2. "(...) lágrimas choradas, palavras realmente sentidas,saudades salgadas e ao acordar,ele se vê num paraíso de azuis alegres a primaverar,flores a desabrochar e andorinhas a cantar..."

    Maria Jardim

    ResponderEliminar
  3. «Sabes, meu amor / por vezes é inverno e lembro a primavera» Como gostava de me ter lembrado disto antes... Adorei!

    ResponderEliminar